Toda empresa deseja ampliar sua base de clientes e, claro, fechar mais negócios. Para que isso se torne real, é essencial utilizar estratégias que gerem mais leads e consequentes prospecções que culminam em mais vendas.

Nesse contexto, o Cold Email – ou cold mail – é uma ferramenta super promissora e que gera aqueles resultados tão buscados.

Essa ferramenta é uma forma de prospecção ativa, conceito fundamental utilizado nas estratégias de pesquisa para captar mais clientes em potencial.

A prospecção ativa é um dos modelos de vendas mais conhecidos e utilizados no Outbound Marketing [publicidade offline, ligações telefônicas etc.].

Com o advento das estratégias de marketing digital, principalmente o Inbound Marketing, outras ferramentas de prospecção ativa foram introduzidas.

Embora o Outbound Marketing não tenha deixado de ser utilizado, é evidente que a internet e a tecnologia fizeram com que outras formas de prospecção ganhassem força, pois ficou “mais fácil” estabelecer uma forma de comunicação mais ativa com os leads, como a utilização do cold email, das cold calls e até mesmo as interações via redes sociais.

Neste artigo, vamos mostrar os segredos do cold mailing para que você possa conquistar novos clientes por meio dos e-mails.

Prospecção ativa

Antes considerada invasiva, a prospecção ativa ganhou uma nova roupagem graças, justamente, à ajuda da tecnologia. Isso porque o foco dos vendedores atuais não é mais forçar a comunicação ou o primeiro contato, mas sim conseguir construir uma relação na qual o prospect consiga enxergar o valor agregado.

Essa dinâmica, portanto, se torna fundamental tanto para o cliente, como para a empresa, pois o cliente percebe que o serviço realmente pode atender às suas necessidades e a empresa consegue otimizar diversos processos, uma vez que terá um maior controle com relação aos contatos que entram na pipeline de vendas, o que vai facilitar a abordagem daqueles que são mais qualificados e apresentam um maior potencial de prospecção.

Desse modo, a prospecção e a qualificação de leads são feitas de forma simultânea, facilitando todo o fluxo da venda e agindo num dos pontos mais importantes: a qualidade no atendimento.

Para as empresas B2B, a prospecção ativa garante uma série de vantagens. Entre os exemplos mais relevantes nos quais a prospecção ativa age diretamente, é possível destacar que ela diminui o Custo de Aquisição de Clientes (CAC), pois impacta de forma direta no ROI (Retorno Sobre Investimento), assim como na lucratividade do negócio.

Assim, além de ser possível controlar de modo mais eficaz e assertivo o funil de vendas, a prospecção ativa reduz os leads frios – uma vez que os qualifica – e auxilia no aumento de conversão. Então, com tantos benefícios assim, por que não utilizar o cold email, que é uma das formas mais interessantes de prospecção ativa? Saiba mais sobre esse recurso promissor.

O que é cold mail e cold mailing

Cold Email: saiba o que é e como gerar mais prospecção por meio dessa ferramenta
Cold Email: saiba o que é e como gerar mais prospecção por meio dessa ferramenta – Imagem: Canva Pro

O que é o cold mail?

Um time de vendas bem articulado consegue apresentar as soluções ou produtos da empresa de forma estratégica para os potenciais consumidores por meio do cold email.

Mas o que é cold email? Trata-se de uma forma de prospectar ativamente os clientes em potencial através do envio de e-mail para pessoas que não tenham requerido o contato.

Por essa razão, é de suma importância ter cuidado com o LGPD [Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais, Lei nº 13.709/2018], disponibilizando um link para que a pessoa possa cancelar sua inscrição da lista de contatos, uma vez que o e-mail é enviado sem a sua permissão.

Além de disponibilizar um link, o cold mail precisa ser direcionado a fazer negócios com empresas. Essa técnica pode ser direcionada a pessoas específicas, mas, nunca deve ser feito para gerar oportunidades comerciais B2C.

Caso você faça isso, poderá estar infringindo a lei. Mas, no caso de empresas, não há esse problema, já que não há coleta de dados pessoais.

Contudo, mesmo que o cold email seja enviado sem a permissão prévia da pessoa, o contato é tido como leads porque subentende-se que a equipe realizou uma pesquisa anterior com foco em buscar prospects que se igualem à persona e também ao ICP (Perfil do Cliente Ideal).

Vale salientar que por tratar-se de e-mails que não foram informados de forma ativa pelas pessoas, é possível que alguns endereços sejam inexistentes ou até mesmo não estejam mais em uso; além de endereços comerciais, bem como a falta de interesse.

Para avaliar se a estratégia de cold email está funcionando, basta fazer uma análise de métricas, como por exemplo, a simples conferência na taxa de abertura dos e-mails que são enviados.

Outro aspecto que vale a pena entender a respeito do cold email é que ele não é E-mail Marketing, mesmo que as duas formas sejam bastante confundidas e utilizadas.

Enquanto o e-mail marketing exige conssentimento das pessoas que estão na lista, o cold mail não exige.

Cold Email não é E-mail Marketing

O cold email tem como foco principal levar a mensagem da empresa diretamente para o cliente. Quando estamos falando dessa ferramenta, uma palavra-chave é qualidade.

No cold email, a qualidade está acima da quantidade. Isso porque os e-mails que serão mandados deverão ser qualitativos, personalizados e muito bem estruturados.

Embora seja mais trabalhoso elaborar e-mails mais bem trabalhados, a taxa de conversão certamente será maior. Além de que nessa ferramenta basta o envio de algumas dezenas de e-mails para alcançar um bom resultado, até mesmo porque os contatos são leads qualificados.

Em se tratando de E-mail Marketing, prioriza-se a quantidade ao invés da qualidade. Assim, a equipe de vendas envia e-mails para uma lista extensa de contatos sem haver qualquer tipo de triagem nos leads.

Dessa forma, a taxa de conversão é significativamente mais baixa; afinal de contas, o contato não é feito com uma pessoa específica dentro da empresa.

O E-mail marketing utiliza recursos gráficos, links, botões e outros elementos para se comunicar, enquanto que o cold mail normalmetne utiliza apenas textos e sem nenhum link, já que é uma linguagem mais pessoal e voltada ao mercado específico que está sendo prospectado.

SPAM e Cold Email

Além disso, o cold mail também não é spam. Este, por sua vez, consiste numa mensagem genérica que não leva em conta a personalização do e-mail, como ocorre no cold mail.

Mesmo que nesse último o destinatário seja desconhecido, há uma estrutura que trabalha a personalização conforme o perfil de cliente que foi estabelecido na pesquisa prévia.

Dito isso, o E-mail Marketing possui uma base inscrita, é assinado pela empresa – portanto, tem caráter permissivo e institucional – o conteúdo é relevante para quem assinou e há a opção de cancelar a inscrição.

No spam, por sua vez, a mensagem é completamente genérica, mas a base também é inscrita; na maioria das vezes o remetente é falso e não há opção de cancelamento.

Por fim, o cold mail tem sua base trabalhada para prospecção, a mensagem é personalizada e atribuída ao destinatário – o lead – no final do e-mail consta a assinatura do vendedor e dá ao leitor a opção de cancelamento da inscrição na lista dos contatos, bem como a opção de resposta direta.

 

Por que usar o cold mail?

O cold mail pode ser uma ferramenta útil para qualquer pessoa que deseje estabelecer novos contatos comerciais ou pessoais. No entanto, o cold mail é especialmente útil para as empresas B2B, que podem usar o cold mailing para entrar em contato com potenciais clientes.

As vantagens do cold mailing incluem:

  • Maior alcance: Enviar e-mails para um grande número de destinatários aumenta as chances de chegar a um potencial cliente interessado.
  • Maior segmentação: ao definir uma boa estratégia de cold email, você chega diretamente no tomador de decisão e consegue conquistar excelentes clientes super segmentados e dentro do perfil de cliente ideal.
  • Menor custo: O custo de enviar e-mails é muito menor do que o custo de realizar campanhas publicitárias em outras mídias, como TV ou rádio.
  • Menor investimento de tempo: Cold mailing é uma forma relativamente rápida e fácil de entrar em contato com potenciais clientes.

Qual é o significado de cold mail e cold mailing

O termo “cold mail” refere-se a um e-mail enviado a um destinatário sem que haja qualquer tipo de relacionamento prévio. É uma forma de marketing digital que pode ser extremamente eficaz, especialmente quando combinada com o “cold calling” (ligar para potenciais clientes sem ter nenhum tipo de relacionamento prévio).

O objetivo do cold mailing é estabelecer um primeiro contacto com o potencial cliente e, assim, iniciar um diálogo que poderá resultar numa venda. No entanto, é importante notar que este tipo de estratégia requer muita cautela, uma vez que pode ser facilmente interpretada como spam pelos destinatários.

Para evitar este problema, é crucial escrever e-mails bem elaborados e personalizados, de acordo com o perfil do potencial cliente. Além disso, é importante garantir que o endereçamento do e-mail seja feito corretamente (por exemplo, utilizando o nome da pessoa em vez do seu cargo na empresa) e enviar o e-mail para um endereço de contacto verificado.

Para que serve o Cold Mailing

Para que serve o cold mailing?

 

O Cold Mailing pode ser usado para conquistar clientes e aumentar as vendas de uma empresa. É uma estratégia de marketing que envolve o envio de e-mails para um grupo de pessoas que não são clientes da empresa. O objetivo do Cold Mailing é fazer com que os destinatários se interessem pelos produtos ou serviços da empresa e, consequentemente, tornem-se clientes.

Para alcançar este objetivo, é importante que o conteúdo dos e-mails seja relevante e interessante para o destinatário. Os e-mails devem ser bem escritos e conter informações úteis sobre os produtos ou serviços da empresa. Além disso, os e-mails devem ser enviados para um grupo específico de pessoas, de preferência aquelas que têm um maior potencial de se interessarem pelos produtos ou serviços da empresa.

Que tal agendar uma reunião para entender como podemos te ajudar?

Para que serve o Cold Mail

O Cold Mail é um e-mail enviado para um cliente potencial sem que haja nenhum contato prévio. Geralmente, é usado como uma estratégia de marketing para gerar novos negócios ou para aumentar as vendas para um cliente existente.

O objetivo do Cold Mail é conquistar novos clientes, e para isso, ele deve ser bem planejado e executado. O texto do e-mail também deve ser bem escrito e direcionado às necessidades do cliente potencial.

Para ter sucesso com o Cold Mail, é importante seguir algumas dicas:

  • Seja breve: o texto do e-mail não deve ser muito longo, pois isso pode cansar o leitor. É importante ser conciso e direto ao ponto.
  • Faça uma boa pesquisa: antes de enviar qualquer e-mail, é importante fazer uma boa pesquisa sobre o destinatário. Isso inclui verificar seu site, blog, redes sociais etc. Assim, você terá mais informações sobre os seus interesses e poderá personalizar o seu e-mail de acordo com isso.
  • Seja criativo: na hora de criar o texto do seu e-mail, tente pensar fora da caixa. A criatividade pode fazer toda a diferença na hora de conquistar um novo cliente.

Benefícios do Cold Email

Conhecida como uma estratégia comercial interessante e com alto desempenho em se tratando de prospecção ativa, o cold mail é também uma forma pouco explorada, mas que garante o resultado que qualquer equipe de vendas deseja: prender a atenção do público e prospectar!

Nesse contexto, a utilização dessa ferramenta gera alguns benefícios muito significativos e importantes para o negócio, como:

  • Desperta a atenção e interesse do lead – para que alguém se convença de que deve comprar algo, o interesse é o primeiro aspecto considerado. Dessa forma, um bom cold email tem o poder de despertar a atenção do lead no sentido de fazê-lo querer saber o que você ou a empresa têm a dizer, se de fato o produto atende à dor e necessidade dele e se realmente vale a pena responder a mensagem e buscar aprofundar o diálogo;
  • Estabelece a autoridade da marca – quando alguém fala com propriedade sobre determinado assunto, automaticamente associamos que aquela pessoa tem autoridade e conhecimento sobre o tema, o mesmo acontece com as marcas. Quando a mensagem do cold email é direta e atende ao perfil do lead, as chances de sucesso são maiores. Além disso, quando as palavras são escolhidas de forma assertiva, educada e bem escrita, quem está lendo sente mais confiança – o que pode influenciar na resposta;
  • Maiores taxas de abertura de resposta – diante de mensagens mais humanizadas, nas quais a empatia é mais bem trabalhada, as taxas de resposta são maiores, mesmo que não sejam positivas. Contudo, ainda que não gere a conversão, as respostas vão dar resultados diante da eficiência da estratégia; então, de qualquer forma, a utilização do cold email é benéfica, pois alimenta as métricas;
  • Aumenta as vendas – com informações relevantes e uma marca estabelecida, o uso do cold email vai ajudar a aumentar as vendas, uma vez que a mensagem, bem estruturada e estratégica, chegou ao cliente em potencial no momento em que ele mais precisou do seu serviço ou produto. No entanto, para que isso aconteça, a pesquisa da persona é extremamente importante;
  • Gera a oportunidade certa com a empresa certa e a pessoa certa – quando bem executada, a estratégia de cold mailing gera oportunidades boas com o melhor perfil de empresa e com as pessoas certas dentro dessas empresas.
  • Estratégia menos invasiva – imagine estar em um dia repleto de tarefas e receber uma ligação de determinada empresa oferecendo cartão de crédito no meio do expediente… é mais provável que o contato seja interrompido do que gerar de fato a conversão. Nesse sentido, o cold email é menos invasivo do que a cold call, pois o cliente em potencial terá a liberdade de ler e responder a mensagem no momento em que for mais conveniente e apropriado, influenciando de forma positiva o processo de decisão;
  • Economia e efetivação – o cold email é, ainda, uma estratégia barata, uma vez que não gera gastos e se apresenta como mais efetiva do que as ligações; isso porque é preciso apenas conexão com a internet. Ademais, quando se tem uma extensa lista de contatos, o envio de e-mails breves, diretos e personalizados é uma ótima forma de otimizar todo o processo e conseguir resultados mais rapidamente.

Portanto, com uma boa estrutura de cold email, é possível contemplar cada benefício citado e conseguir bater as metas. É evidente que a produção da mensagem não é um trabalho prático e simples, pois a fase da pesquisa é de extrema importância. Contudo, é melhor investir tempo e trabalho para obter bons resultados do que o contrário, não é mesmo?

Que tal agendar uma reunião para entnder como podemos te ajudar?

Como fazer um bom Cold Mail

Também chamado de e-mail frio, o cold mail é muitas vezes mal interpretado, pois muita gente acredita que a técnica não passa de propaganda de determinado negócio.

Pode até ser em partes, mas quando o cold mail é bem planejado e executado, os resultados são alcançados. Para isso, é necessário empregar um trabalho real na elaboração da mensagem e ter a certeza de que quem vai recebê-la poderá gostar.

É certo que gostar da mensagem é algo bastante relativo, mas em todo caso a mensagem precisa ser clara, objetiva, levar as informações mais pertinentes e não se estender tanto para não gerar incômodo.

Precisa de ajuda para criar cold mails? Agende uma reunião

Tendo esses pontos em mente, a construção do cold mail será bem mais prática. A seguir, acompanhe dicas para facilitar a construção e conseguir, de fato, a atenção do lead.

O Cold Mailing pode ser uma ótima maneira de conquistar novos clientes, mas é importante saber como fazer isso da maneira certa.

Aqui estão alguns exemplos de e-mails de Cold Mailing que podem ajudar você a conquistar novos clientes:

Identificação do Perfil de cliente ideal

O primeiro passo é identificar o seu público-alvo. Isso significa saber quem você quer atingir com seus e-mails. Uma vez que você saiba quem são seus potenciais clientes, você pode começar a criar um e-mail que os atraia.

Mensagem certa para o público certo

Depois de identificar o seu público-alvo, o próximo passo é escrever um e-mail chamativo que os faça abrir o seu e-mail. Você quer criar um título que atraia a atenção do destinatário e o faça querer ler mais.

Além disso, certifique-se de que o conteúdo do seu e-mail seja relevante para o destinatário e ofereça algum valor para ele.

Outro segredo para despertar a curiosidade dos clientes nos emails é usar a linguagem certa. Isso significa escolher as palavras certas para passar a mensagem desejada.

Além disso, também é importante usar uma linguagem que seja adequada para o público-alvo do email. Por exemplo, evite usar jargões técnicos em emails destinados a pessoas que não são especialistas no assunto.

Personalize a mensagem

O primeiro ponto de atenção na construção do cold email é personalizar a mensagem para o destinatário. Como? É essencial que você se dirija à pessoa pelo nome dela e em terceira pessoa. Mas só isso não basta, é importante tentar supor como ela enxerga o mundo e como ela se encaixa no produto ou serviço que você está vendendo.

Fazer isso de forma eficiente só será possível por meio da pesquisa prévia sobre os leads que serão abordados. Nesse momento, deve-se evitar o disparo massivo de e-mails para que a mesma mensagem não seja repetida para muitas pessoas, uma vez que isso descaracterizaria a abordagem exclusiva.

Lembre-se que o cold email é uma mensagem enviada de empresa para empresa ou de um indivíduo para uma figura pública. A mensagem geralmente é comercial, mas nem sempre.

Valorize a sua imagem

Se por um lado, conhecer o lead é extremamente importante para a construção do cold email, por outro lado, é essência que o destinatário saiba com quem está falando. Desse modo, o vendedor deve se identificar e valorizar sua própria imagem.

A credibilidade é fundamental para estabelecer a relação. Além disso, quanto mais importante o vendedor for, mais chances de receber uma resposta. Assim, é preciso demonstrar segurança e conhecimento sobre o que está sendo dito. Informe, portanto, o seu nome verdadeiro, seu cargo, número de telefone, perfis de redes sociais, site etc.

Mensagem limpa para não ser confundida com SPAM

Quando o cold email não é bem feito e executado, ele é frequentemente confundido com spam. Já vimos que o spam é um e-mail completamente genérico, sem personalização, não tem a intenção de iniciar uma conversa, não inclui informações de contato, sempre é comercial e muitas vezes aborrece o recebedor, uma vez que há excesso de imagens e links.

O cold email é justamente o contrário do spam, nele deve conter uma outra abordagem e estrutura completamente oposta, incluindo uma mensagem com aparência limpa, com uma copy simples e objetiva. Essa atenção vai evitar que tanto o destinatário, como os servidores de e-mail confundam o cold email com spam.

Preencha o formulário abaixo e agende uma reunião para te ajudarmos.

Brevidade e foco

Não é ideal querer agendar um horário no cold e-mail, deve-se apenas tentar estabelecer um contato. Desse modo, trabalhe uma mensagem breve, clara e direta. Evite uma mensagem longa, cansativa e com informações irrelevantes.

Tenha em mente que e-mails curtos têm mais chances de serem lidos até o final e mensagens breves mostram com mais precisão o que está sendo oferecido, gerando uma maior atenção. Assim sendo, vá direto ao ponto!

Os executivos de empresas do mercado B2B possuem agendas sempre lotadas, por isso, o ideal é que sua mensagem possa ser lida em 2 minutos e que possua um bom design para facilitar a leitura no smartphone.

Assunto chamativo

Para atrair a atenção do seu destinatário o assunto deve ser chamativo. Dessa forma, é preciso elaborar uma frase que chame a atenção do lead para que ele sinta a curiosidade de abrir a mensagem. Nesse sentido, o assunto precisa mencionar a necessidade do cliente e subentender a solução.

Algumas estratégias podem ajudar na criação de assuntos chamativos, como criar um senso de urgência e fazer perguntas. Contudo, deve-se evitar o uso de caixa alta em excesso, bem como pontos de exclamação e CTAs repetitivos, como “clique agora” e “não perca”.

Ofereça soluções

Como utilizar o cold mail

Embora o cold email seja uma apresentação e tentativa de estabelecer um diálogo, ele não pode se restringir a isso. Na pesquisa prévia, deve-se descobrir qual é a necessidade e a dor do potencial cliente. Desse modo, é essencial que a mensagem contenha uma proposta, apresentando uma solução para o problema existente.

Quando essa solução é apresentada, de forma objetiva e clara, é muito mais provável que exista uma resposta.

Trabalhe fluxos de cadência

Um fluxo de cadência é a organização que auxilia o time de vendas de uma empresa a contatar os prospects e leads. A essência desse fluxo é planejar e definir quais serão os meios de comunicação, o contato em si – a abordagem e qual será o intervalo de tempo entre um contato e outro.

Dessa maneira, é possível organizar a estratégia para contactar os leads e assim evitar que o contato se torne incômodo e excessivo. Utilizando os fluxos de cadência a coleta sobre as informações do cliente será mais precisa, tornando o cold email menos frio e impessoal.

Não se prenda a um modelo fixo

As empresas estão cada vez mais usando o cold email, consequentemente, as pessoas e potenciais clientes estão cada vez mais recebendo e-mails em suas caixas de entrada com essa estrutura.

Tendo isso em vista, a personalização volta novamente, pois não se deve se prender a um modelo fixo de cold email para todos os clientes, até mesmo porque o modelo vai variar conforme o perfil dos clientes.

Ademais, com tantos contatos sendo feitos com essa abordagem, é preciso que a sua estratégia se destaque das demais para que a geração de leads e a conversão sejam alcançadas. Use um tom de voz amigável, sem jargões ou palavras difíceis de forma desnecessária. Por fim, não se esqueça de solicitar uma resposta do seu destinatário, mas não se prenda aos simples “sim” e “não”, um bom feedback é mais importante e relevante.

Atenção ao óbvio

Os simples detalhes fazem toda a diferença. Nesse contexto, é imprescindível se atentar para a escrita do seu e-mail. Utilizar argumentos de marketing óbvios pode levar à exclusão do seu cold email e pior, a pessoa pode até mesmo encaminhar para spam.

Sempre revise a estrutura, a mensagem, a gramática, a concordância, a pontuação e todos os detalhes que envolvam o português em si, pois erros nesse sentido fazem com que o cold email perca a credibilidade e não sejam levados a sério.

Faça follow-up

De acordo com uma pesquisa do Hubspot, 80% das vendas ocorrem após o 5º follow-up, mas 44% dos vendedores desistem no primeiro e-mail. Esse dado demonstra que as práticas de follow-up não estão sendo bem elaboradas.

Dito isso, é importante fazer follow-ups para ter leads suficientes e maiores conversões. Para isso, é necessário planejar bem o timing e o valor no sentido de esperar um tempo entre cada follow-up e agregar valor em cada contato. Como? Apresente ferramentas, conteúdos e estatísticas que comprovem que a sua solução é ideal para o lead.

Responda os leads rapidamente

Certifique-se de sempre responder rapidamente às respostas dos destinatários dos seus emails de Cold Mailing. Quanto mais rápido você responder, melhor será a sua chance de converter esses destinatários em clientes potenciais.

Mesmo que tenha respostas negativas, é importante você responder, a menos que a resposta tenha sido muito rude.

Crie teasers interessantes

Um teaser é uma breve descrição do conteúdo de um email que serve para despertar a curiosidade do leitor. Por isso, criar um teaser interessante é uma ótima maneira de fazer com que o destinatário sinta vontade de ler o restante do email. É a primeira frase do email.

Para isso, use frases que chamem atenção do seu público-alvo.

Ofereça algo exclusivo

Outra maneira de despertar a curiosidade dos clientes nos emails é oferecer algo exclusivo, como um diagnóstico gratuito, uma sessão de mentoria grátis, por exemplo.

Isso fará com que as pessoas sintam vontade de abrir o email para verificar qual é a oferta exclusiva disponível apenas para elas.

Além disso, também é importante mencionar claramente no assunto do email qual é essa oferta exclusiva para chamar ainda mais a atenção das pessoas.

Preencha o formulário abaixo e agende uma reunião de diagnóstico.

Faça perguntas intrigantes no corpo do email

Outra forma de despertar a curiosidade dos clientes nos emails é fazer perguntas intrigantes no corpo do texto . Essas perguntas podem ser sobre algo relacionado às necessidades dos destinatários, por exemplo:

“Você perde muito tempo copiando e colando informações de ferramentas para o excel?”

“Você já pensou em eliminar controles paralelos e ter uma única fonte de verdade?”

“Você gostaria de deixar de depender de indicações?”

As perguntas servem para estimular o raciocínio das pessoas e fazer com que elas sintam vontade de saber mais sobre o conteúdo presente no email.

 

Exemplos e templates de Cold Mailing

O Cold Mailing, também conhecido como cold mail, é uma das técnicas mais poderosas para conquistar novos leads.

No entanto, muitas pessoas ainda desconhecem os segredos do Cold Mailing e acabam cometendo erros que podem custar caro às suas empresas.

Para te ajudar a conquistar novos clientes através do Cold Mailing, separamos alguns exemplos e templates que vão te inspirar na hora de criar o seu próprio e-mail marketing.

Exemplo 1: Oferecendo um produto ou serviço gratuitamente

Uma das formas mais simples de conquistar um novo cliente através do Cold Mailing é oferecendo um produto ou serviço gratuitamente. Isso demonstra confiança na qualidade do seu produto e aumenta as chances de ele gerar uma boa impressão sobre o seu negócio.

Além disso, essa estratégia pode ser extremamente eficaz para fidelizar o cliente e fazer com que ele volte a comprar no futuro. Afinal, quem não gosta de ganhar algo de graça?

Exemplos de soluções gratuitas são mentorias gratuitas, diagnósticos empresariais, trials em softwares, dentre várias outras soluções que ajudam o seu potencial cliente.

Exemplo 2: Apresentando uma solução inovadora para um problema comum

Outra forma interessante de usar o Cold Mailing para conquistar um novo cliente é apresentando uma solução inovadora para um problema comum que ele possa estar enfrentando. Isso mostra que você está sempre buscando melhorias e inovações para oferecer aos seus clientes.

Além disso, essa estratégia demonstra que você realmente se preocupa em resolver os problemas dos seus clientes e não só em vender um produto ou serviço. Isso pode ser extremamente valioso na hora de conquistar um novo contrato.

Exemplo 3: foco em uma dor que talvez o lead nem saiba que tenha

Muitas vezes os leads ou potenciais clientes aturam algum tipo de problema comum porque acreditam que sempre foi dessa maneira e não há solução que resolva esse seu problema.

Dar visibilidade a problemas corriqueiros e trazer uma solução que talvez o lead nem saiba que existe pode ser crucial para chamar a atenção do lead e conseguir gerar bons interesses.

Exemplo 4: compartilhar os benefícios atingidos por meio de um case 

Nem todo mundo acredita no discurso ou pitch de vendas. Compartilhar cases de sucesso com foco nos benefícios atingidos tangibiliza o que o cliente pode ter ao contratar sua solução ou serviço.

Por exemplo, ao falar que você conseguiu reduzir em 30% o cancelamento de vendas de determinado cliente, o lead que recebe a mensagem empatiza com a mensagem e pode querer o mesmo para si.

Veja abaixo, alguns templates de cold email.

Template 1: Pitch direto

Assunto: {Sua empresa} <> {Empresa do prospect}

{Nome da pessoa}, Aqui é o {seu nome} da {sua empresa}.

Nós trabalhamos com empresas como a {empresa do prospect} que {{breve descrição de dores}}. Atendemos empresas como {{Cliente 1}}, {{Cliente 2}} e {{Cliente 3}}.

O que acha de marcar uma breve reunião?

Até breve,

{Assinatura}

Template 2: Case de empresa do mesmo setor

Assunto: Case da {empresa similar à do prospect}

Oi {Nome da pessoa}, como vai?

Aqui na {sua empresa}, nós ajudamos empresas como a {empresa do prospect} a resolver {problema que sua solução resolve}, trazendo {{beneficios}}. Inclusive, ajudamos a {empresa similar a do prospect} a {resultado obtido com a solução}.

Acredito que podemos replicar esses resultados na {empresa do prospect}.

Como está sua disponibilidade para uma breve reunião?

Abs,

{Assinatura}

Template 3: Mobile cold mail

Assunto: {Empresa do prospect}

{Nome do prospect}, Sou o {seu nome} da {sua empresa} e ajudamos empresas como a {empresa do prospect} com {breve pitch da sua solução}.

Podemos falar brevemente ao telefone, se possível ainda essa semana?

Abs,

{Seu nome}.

Template 4: Abordagem com decisor

Assunto: {Sua proposta de valor em 3~4 palavras} {{ex:

Olá {nome do prospect}, tudo bem? Aqui é o {seu nome}, sou {seu cargo} na {sua empresa}.

Estamos lançando uma solução que {breve pitch da proposta de valor}. Não quero parecer intrusivo, mas vi seu perfil na {rede social} e me chamou a atenção.

Acredito que uma conversa pode fazer sentido. Sugiro falarmos 15 minutos ao telefone na próxima terça ou quinta-feira.

Caso prefira que eu fale com alguém da sua equipe, por favor, me conecte com ela.

Abs,

{Assinatura}

Template 5: Pedido de referência

Assunto: Indicação da {empresa do prospect}

{Nome do prospect}, Quero falar com o responsável pelo {{marketing, finanças, RH, comercial, ETC}} da empresa do prospect} e estou um pouco perdido sobre com quem eu devo falar.

Por favor, quem é a pessoa certa para tratar do assunto?

Obrigado,

{Assinatura}

Template 6: Oferta de diagnóstico

Assunto: {tema do diagnóstico} na {empresa do prospect}

Olá {nome do prospect}, como estão as coisas aí na {empresa do prospect}?

Pelo fato de vocês serem uma conta estratégica para nós na {sua empresa}, tomei a liberdade de fazer um diagnóstico sobre a {questão que sua solução resolve} da {empresa do prospect}.

Creio que a melhor maneira de eu lhe apresentar isso seja uma breve call.

Qual sua disponibilidade para falarmos, se possível ainda essa semana?

Abs,

{assinatura}

Template 7: follow-up

Assunto: mesmo assunto do email anterior

Olá {nome do prospect}, tudo bem?

Você chegou a ver meu email? Que tal agendarmos uma breve reunião online?

Abs,

{assinatura}

Quando utilizar o cold mail

Cold mailing

Utilize o cold mail para conquistar clientes apenas quando estiver preparado para investir tempo e esforço na criação de uma campanha bem-sucedida. Antes de começar, certifique-se de que tem um produto ou serviço valioso para oferecer, que entende seu público-alvo e que tem um plano para garantir que seus e-mails cheguem às caixas de entrada dos destinatários.

Uma vez que você tenha essas bases alinhadas, é hora de pensar em como escrever seus e-mails. Quando se trata de cold mail, o objetivo é despertar o interesse do destinatário o suficiente para fazer com que ele abra o seu e-mail, mas não tanto assim que ele se sinta bombardeado por propaganda. O ideal é encontrar um equilíbrio entre os dois extremos.

Uma boa maneira de começar é identificar uma dor do cliente potencial e oferecer a solução para ele no seu email.

Seja específico sobre como o seu produto ou serviço pode ajudar a resolver o problema do destinatário, mas não seja muito detalhista – mantenha o email curto e direto ao ponto.

Além disso, certifique-se de incluir um link para mais informações sobre o seu produto ou serviço no final do email; isso dará aos destinatários a opção de obter mais informações caso estejam realmente interessados.

Gostaria de utilizar o cold mail na sua empresa? Preencha o formulário abaixo e agende uma reunião.

Por fim, lembre-se de que a chave para qualquer campanha bem-sucedida de cold mail é a consistência. Isso significa enviar emails regularmente – pelo menos uma vez por semana, preferivelmente mais – durante um período prolongado de tempo.

Não espere obter resultados imediatos; geralmente leva alguns meses para chegar na mensagem correta e nos ajustes necessários para gerar resultados consistentes. Se você mantiver o foco e persistir, no entanto, as chances são boas de que você conquistará novos clientes através do cold mail.

Para alcançar grandes empresas e contas estratégicas

Quem tenta vender para tod mundo, não vende para ninguém. Com o uso e mapeamento de contas estratégicas, é possível utilizar uma técnica de account based marketing para gerar boas reuniões e abrir relacionamento com potenciais clientes.

Gostaria de utilizar essas técnicas na sua empresa? Preencha o formulário abaixo e agende uma reunião.

Vantagens de se usar estratégias com cold mail e cold mailing

Usar cold mail para fazer um marketing direto aos seus clientes potenciais pode trazer inúmeras vantagens para a sua empresa, principalmente se comparado com outras estratégias de marketing tradicionais. Primeiramente, você pode economizar bastante tempo e esforço, pois não precisará investir em contatos individuais com potenciais clientes. Além disso, você também terá maior facilidade para chegar a um grande número de potenciais clientes de uma só vez. Dessa forma, as chances de conquistar um bom contrato aumentam muito.

Algumas das principais vantagens de usar cold mail e cold mailing são:

  1. Custo-benefício: enviar e-mails para os clientes potenciais é uma das formas mais baratas de fazer marketing direto. Além disso, o retorno sobre o investimento costuma ser bem maior quando comparado com outras estratégias, como o envio de correspondências pelo correio tradicional.
  2. Acessibilidade: qualquer pessoa pode fazer cold mailing, desde que tenha um endereço de e-mail e um computador. Você não precisa contratar uma equipe especializada ou investir em equipamentos caros – basta seguir as dicas deste artigo e começar a enviar e-mails para os seus clientes potenciais!
  3. Maior alcance: com um cold mail bem elaborado, é possível chegar a um número muito maior de pessoas do que utilizando qualquer outra forma de marketing direto. Além disso, você pode segmentar facilmente o seu público-alvo e enviar e-mails personalizados para as pessoas que realmente têm interesse no seu produto ou serviço.
  4. Assertividade: ao segmentar bem o cold mail, você enviará sua mensagem somente para o público certo. Tanto em questão do tipo de emrpesa quanto ao cargo e hierarquia.
  5. Gerar oportunidades de maneira previsível: ao fazer da maneira correta, você conseuge ter as métricas e o planejamento para gerar boas oportunidades comerciais de maneria previsível. Pode ir ajustando o texto aos poucos.

Ainda em dúvida se o cold mailing é para você? Agende uma reunião agora.

Quando não utilizar Cold Mail e Cold Mailing

O que não fazer no cold mail

 

Cold Mail e Cold Mailing são técnicas de vendas que envolvem o envio de e-mails para potenciais clientes sem um prévio contato. Estas técnicas podem ser extremamente eficazes quando utilizadas corretamente, mas há algumas situações em que elas não devem ser utilizadas.

Se você estiver considerando o uso destas técnicas, certifique-se de que seus e-mails sejam bem escritos, relevantes e interessantes para o destinatário. Caso contrário, você pode acabar perdendo mais clientes do que conquistando.

Além disso, é importante considerar o seu público-alvo antes de utilizar qualquer uma dessas técnicas. Se você estiver dirigindo seus esforços para um público mais jovem ou mais informal, deverá adaptar sua mensagem para esse tipo de público.

No entanto, se você estiver dirigindo seus esforços para um público mais maduro ou formal, é provável que sua linguagem tenha que ser mais objetiva e formal.

Quando for vender para pessoas físicas

Se você atinge o público B2C, ou seja, vende para pessoas físicas, esqueça a abordagem de cold mail. Você precisa de email marketing. Se for respeitar a LGPD, você não pode prospectar pessoas físicas diretamente.

Para isso, você pode tentar anúncios online e outras abordagens. Para venda de soluções para pessoas físicas, você precisa ter o conssentimento dela antes de entrar em contato.

Quando o público não utiliza o email como canal de comunicação

Algumas empresas prestadoras de serviços, especialmente as pequenas e médias empresas, como clínicas de estética, barbearias, salões de beleza, restaurantes, entre outros negócios, ainda não utilizam o email para se comunicar com seus clientes. Isso pode ser um erro, pois o email é uma ótima ferramenta para enviar informações importantes sobre os serviços prestados, bem como ofertas promocionais exclusivas.

Não adianta insistir no email, se o público não utiliza essa ferramenta no dia a dia.

Sua prospecção será muito mais efetiva se for feita por telefone ou presencialmente.

Enviar para todo mundo a mesma mensagem sem segmentar

Conhecer a forma de como usar as estratégias de prospecção não significa, necessariamente, estar livre de alguns erros. Assim, com o cold email não é diferente.

Desse modo, os erros mais comuns e mais graves devem ser evitados, como por exemplo não realizar a pesquisa prévia para avaliar sua lista de contatos; ou seja, quem é e quem não é lead.

Enviar mensagens focadas em uma solução de vendas para o RH não vai trazer resultado. Por isso, criar uma boa lista e uma boa estratégia é fundamental para ter sucesso no cold email.

Não ter um fluxo de cadência de prospecção

Não possuir fluxos de cadência, não monitorar a taxa de conversão e não personalizar o cold email são fatores que interferem diretamente no sucesso ou insucesso de todo o processo.

Dessa forma, é de suma importância oferecer as soluções justas, elaborar cold emails focados e sucintos, ter um fluxo de cadência bem organizado, utilizar templates, bem como ferramentas para organizar e-mails e acompanhar as métricas – assim, a estratégia de geração de leads certamente vai funcionar.

O fluxo de cadência é extremamente essencial nesse contexto, uma vez que ele ajuda a despertar o interesse do lead no serviço/produto.

Além disso, ele trabalha um aspecto fundamental no contato: o intervalo entre um contato e outro, este que não deve ser exagero e nem ficar ausente; o equilíbrio vai permitir que a mensagem chegue ao cliente sem tornar-se maçante.

Quer ajuda para criar um fluxo de cadência? Agende uma reunião agora.

Dicas para escrever emails altamente persuasivos para seus clientes

  1. Atenção ao assunto: Escreva um assunto que chame a atenção e seja relevante para o destinatário. Deixe o assunto o mais objetivo possível.
  2. Personalização: Cuidado com a personalização. Se for usar o nome do destinatário, certifique-se de que está escrito corretamente. Ninguém gosta de ser chamado pelo nome errado.
  3. Clareza: Seja claro no seu email. Evite frases longas e confusas. O objetivo é transmitir a mensagem da forma mais clara possível, para que o destinatário compreenda o conteúdo do email rapidamente.
  4. Credibilidade: Para conquistar um cliente, é importante passar credibilidade. Inclua clientes que já foram atendidos e links para seu site e redes sociais na assinatura do email. Assim, você demonstra profissionalismo e ganha a confiança do potencial cliente.
  5. Call to Action: Inclua uma call to action no final do seu email, para incentivar o destinatário a tomar a ação desejada, como agendar uma reunião, solicitar um orçamento etc. A call to action deve ser clara e objetiva, para que o destinatário saiba exatamente o que precisa fazer.
  6. Imagens, links e anexos: evite usar imagens, links externos e anexos, pois a sua utilização pode fazer com que seu email pare na caixa de spam. Como é uma abordagem mais pessoal, tente persuadir através um texto breve e objetivo com foco no seu perfil de cliente ideal.

Foque no benefício e na dor do seu cliente

Cold email: foque nos benefícios para gerar interesses.

 

Os segredos do cold mailing estão na escrita de e-mails que focam nos benefícios e nas dores do seu cliente. É importante saber quais são os principais problemas do seu público-alvo e como o seu produto ou serviço pode ajudar a resolvê-los.

Além disso, os e-mails devem ser o mais diretos possível, sem floreios necessários. O objetivo é despertar o interesse do destinatário para que ele responda à mensagem ou entre em contato para solicitar mais informações.

Exemplos de benefícios que você pode citar:

  • Aumentar as vendas
  • Melhorar a relação com o cliente
  • Aumentar a produtividade
  • Diminuir os custos operacionais
  • Ganhar mais tempo
  • Diminuir erros no processo;

Exemplos de dores comuns no B2B:

  • Dependencia de indicações;
  • Dependencia do sócio ou diretor para temas operacionais;
  • Sistema pouco intuitivo;
  • Falta de padronização de processos;
  • Estratégias erradas;

Ao invés de falar sobre você, o objetivo do cold mail é falar sobre o cliente  e tentar gerar autoridade suficiente para despertar o interesse em uma reunião.

A essência de um e-mail frio é não vender imediatamente, e sim, despertar a curiosidade do potencial cliente para uma reunião. É importante criar uma mensagem que seja interessante o suficiente para que as pessoas queiram saber mais sobre o que você está oferecendo. No entanto, você também precisa ser cauteloso para não parecer pushy ou desesperado por uma venda.

gende uma reunião agora para implementar cold mail na sua empresa.

O que fazer com as respostas do Cold Email?

Cold Email: saiba o que é e como gerar mais prospecção por meio dessa ferramenta
Cold Email: saiba o que é e como gerar mais prospecção por meio dessa ferramenta – Imagem: Canva Pro

Como já assinalamos, não se deve desistir na primeira resposta negativa. Também deve-se entender que até mesmo as melhores campanhas de cold email recebem alguns retornos indesejáveis, por vezes, até ofensivos. Assim, como lidar com as respostas?

Como lidar com respostas negativas no cold mailing?

Primeiramente é importante considerar que as respostas negativas vão demonstrar a taxa de sucesso do seu cold email. Ademais, elas mostrarão quais os clientes em potencial, pois aqueles que não têm interesse em sua solução serão excluídos.

Em respostas diretamente negativas e que ainda sejam agressivas, é sempre importante responder de forma educada e decisiva; isto é, desculpe-se pelo incômodo e informe que não irá mais escrever para essa pessoa.

Outra situação bastante comum é receber a resposta “não tenho interesse”. Como ganhar mesmo assim? Peça um feedback, ele é super importante para que você acerte com o cold email, pois é um norteador da sua estratégia.

Em qualquer caso, mantenha sempre um tom gentil e prestativo. Lembre-se que você iniciou o contato, mas não tome decisões inconvenientes só para “manter a amizade”. O foco principal é estabelecer o contato e também o negócio, que não é, necessariamente, a venda.

Não sabe como lidar com as respostas do cold mail? Agende uma reunião agora.

Respostas neutras direcionando para outras pessoas

É muito comum você receber emails  colocando outras pessoas em cópia ou falando para falar diretamente com alguém ou alguma área específica.

Quando a pessoa te colocar em cópia com o responsável, agradeça ela e explique brevemente o motivo do contato para o responsável, verificando se há o interesse de marcar uma reunião.

Quando ele só fala que é com outra pessoa, tente perguntar se ele pode te direcionar para essa pessoa.

Como lidar com respostas positivas no cold mail

Essa parte é a mais fácil. Quando o lead pede para agendar a reunião, já faça o quanto antes. Você precisa agendar a reunião para o lead não esfriar. Se demorar muito, pode ser mais difícil de conseguir conciliar agenda.

Tente marcar reuniões para a mesma semana ou na próxima no máximo.

Se o lead pede um material ou mais informações, você tem duas opções. Poderá enviar o material e depois fazer um follow-up para marcar uma reunião ou falar que não tem material e que a reunião serve justamente para passar mais informações.

Quer ajuda para operacionalizar a prospecção por email? Agende uma reunião agora.

 

Ferramentas de criação de listas

Em se tratando de qualificação de leads e prospecção, a criação de listas é fundamental. Dessa forma, é interessante utilizar também as ferramentas de criação de listas para elaborar bem as campanhas de cold email.

Sendo assim, conheça as principais plataformas – Apollo e Ramper também oferecem essa funcionalidade.

FindThatLead

Ferramenta de prospecção B2B, a plataforma FindThatLead além de criar as listas, oferece os seguintes serviços:

  • Encontre qualquer e-mail usando URLs de mídia social;
  • Crie uma lista direcionada de clientes potenciais;
  • Encontre clientes em potencial em sua localidade com mais rapidez;
  • Valide endereços de e-mail com apenas um clique;
  • Automatize e personalize suas campanhas de e-mail.

VoilaNoibert

A VoilaNoibert promete encontrar o endereço de e-mail de qualquer pessoa. Além disso, auxilia nos seguintes processos:

  • Preenchimento do pipeline com leads qualificados;
  • Recrutamento de talentos;
  • Marketing de conteúdo;
  • Criação de listas de contatos com pessoas de interesse para construir relacionamentos úteis.

Portanto, essas são as ferramentas mais bem avaliadas no mercado que podem contribuir para uma melhor estratégia de vendas, inclusive elas auxiliam em todo o processo da equipe comercial, desde a pesquisa prévia, a estruturação dos cold emails até a finalização, bem como no pós-venda.

Ferramentas para prospecção utilizando Cold Email

Para facilitar a criação de cold emails cada vez mais eficientes, há diversas ferramentas voltadas para a prospecção de leads que vão te ajudar a ter os resultados buscados; conheça as principais.

Ramper

A Ramper tem o seguinte objetivo: “Gere, conecte e engaje mais leads com menos esforço para focar energia no que realmente importa nas suas vendas B2B.” A ferramenta ajuda nas abordagens iniciais dos prospects e ainda atualiza manualmente planilhas e sistemas. Segundo sua descrição, ela oferece os seguintes recursos:

  • Automatize sequências de e-mails e follow-ups;
  • Criação de listas;
  • Programe o momento certo enviar um lead para o CRM ou nutrição;
  • Tenha métricas de tudo o que acontece na sua prospecção;
  • Saiba quais leads priorizar de acordo com o comportamento;
  • Converse com seus prospects através de um chat intuitivo;
  • Analise e aprenda os melhores dias e horários para prospectar seus leads;
  • Tenha tempo para trabalhar de forma estratégica, consultiva e humana.

Meetime

Especialista em Inside Sales, a Meetime é uma ferramenta de prospecção de clientes para vendas remotas que visa a organização do trabalho dos SDRs. Ela oferece soluções nos seguintes casos:

  • Time tem dificuldade na priorização de leads;
  • Não há visibilidade sobre as métricas da prospecção;
  • Conversão de leads em oportunidades comerciais é baixa;
  • Não há controle sobre a rotina de prospecção;
  • Muito tempo analisando planilhas;
  • Prospecção lenta e desorganizada.

Lemlist

A Lemlist é uma ferramenta completa para personalizar cold emails e gerar maiores resultados relacionados à prospecção. Nesse sentido, a automação de vendas e software de e-mail frio reúne diversos serviços em um só lugar; confira:

  • Personalize e-mails em grande escala;
  • Acompanhamentos automatizados;
  • Plataforma de engajamento de vendas;
  • E-mails longe de spam.

Woodpecker

Para geração de leads e criação de cold email, a ferramenta Woodpecker é também outra opção super interessante. Ela promete transformar contatos em negócios e oferece os seguintes serviços:

  • Automação de vendas;
  • Execução de campanhas;
  • Elaboração de cold email para iniciar novas conversas.

Instantly

Com a oferta de aumentar as aberturas e conversões, a ferramenta Instantly  ajuda a dimensionar as campanhas de divulgação por meio de contas de envio de e-mail ilimitadas, aquecimento ilimitado e IA [Inteligência Artificial] inteligente.

Seus serviços englobam bem as estratégias de prospecção ativa; acompanhe o que a ferramenta oferece:

  • Alcançar mais leads;
  • Obtenção de respostas por meio do sistema de aquecimento inteligente;
  • Acompanhamento e gerenciamento de reputação – Proteção e aquecimento da reputação do remetente;
  • Capacidade de entrega e análise de campanha;
  • Otimizações de IA para capacidade de entrega e resposta de leads;
  • Automação e personalização completas.

Reev

A ferramenta Reev é voltada para a produtividade de times de vendas remotas. Seus recursos super completos voltados para a cadência contam com os seguintes serviços:

  • Envio de e-mails personalizados;
  • Automação dos follow-ups;
  • Agendamentos de ligações e reuniões;
  • Casos de uso;
  • Cases de sucesso;
  • Inside Sales;
  • Inbound e Outbound;
  • ABS.

Apollo

O Apollo é uma super ferramenta – com um slogan poderoso “Alcance todos os compradores na Terra” – que garante resultados impressionantes, visto seus recursos complexos. Segundo a descrição, a plataforma oferece os seguintes serviços:

  • Prospecção e inteligência – encontre leads, crie listas e pesquise perspectivas;
  • Enriquecimento e alertas de mudanças de trabalho – banco de dados;
  • Engajamento e análise de vendas – sequências multicanais para divulgação em grande escala;
  • API – fluxos de trabalho personalizados;
  • Integrações e segurança.

Precisa de ajuda para implementar as ferramentas de prospecção? Agende já uma reunião.

Use e abuse dos emails, mas com moderação

 

Cold Mail

 

 

Enviar, receber e ler mensagens de e-mail tornaram-se parte integrante de nossas vidas diárias. Não é de admirar que o número de e-mails enviados ao redor do mundo tenha aumentado para mais de 2 bilhões todos os dias. O uso eficiente de e-mails é importante em muitos campos, especialmente negócios e educação.

No entanto, nem todos os e-mails são criados iguais; alguns têm um efeito negativo nas pessoas que os recebem. De linguagem abusiva a anúncios enganosos, é importante saber como usar o e-mail com segurança e eficiência.

Primeiro, é importante entender como o e-mail funciona e como ele pode ajudá-lo em suas tarefas diárias.

Embora poderosos, os e-mails têm o potencial de impactar negativamente nossa produtividade se usados ​​incorretamente. Criar um e-mail eficaz requer planejamento e execução cuidadosos.

Por exemplo, a linha de assunto é uma das partes mais importantes de um e-mail e pode afetar a forma como as pessoas respondem a ela.

Outros elementos-chave incluem o corpo do texto de sua mensagem e quaisquer anexos que você escolher incluir em sua mensagem.

O envio de e-mails eficazes requer planejamento e execução cuidadosos – além de consideração ao selecionar seus dispositivos eletrônicos e formatos de endereço. Além disso, não abuse de seus dispositivos usando-os excessivamente. Quem já usou um correio eletrônico sabe que o uso eficaz requer tempo e esforço!

O planejamento de e-mail, portanto, não deve ser negligenciado, uma vez que não se deve esperar a resposta do lead para só então continuar o processo.

Ter bons resultados com o cold email não é algo mágico e impossível, com conhecimento, prática e trabalho real todos os esforços gerarão bons frutos.

A Protagnst foi criada para ajudar empresas a gerar leads qualificados B2B. Como praticamos um processo de vendas consultivas, passamos a escutar o cliente e aplicar a nossa consultoria de inside sales.

Trabalhamos com campanhas de Outbound mkt e outros serviços como apoio na criação de estratégias de marketing e definição de público alvo, além da estruturação de processos comerciais.

Fomos escutando o público e criando soluções alinhadas com as necessidades de nossos clientes. Sinta-se à vontade para agendar uma reunião com a gente para entender como o seu negócio pode ser levado para o próximo nível com nosso serviço.

    Como você acha que a Protagnst pode ajudar sua empresa?

    4 respostas

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *